11/03/2017

Estúpida

|| ||
 Ela gostava de caminhar sozinha pela manhã, gostava de sair cedo para sentir o sereno no rosto, gostava de como as gotículas minúsculas pousavam nos cabelos desgrenhados. Andava sem rumo, o cigarro aceso nos lábios e o moletom cinza com buracos nas mangas escondendo as mãos gélidas. Todos os dias fazia o mesmo, mas nem um dia era igual a outro, a rádio que ouvia nos fones variava as músicas e as ruas pouco movimentadas variavam as pessoas. E foi numa de suas caminhadas matinais que ela o viu. Tinha cabelos ruivos parcialmente escondidos no capuz preto, algumas mechas caindo sobre os olhos, sardas acima do nariz avermelhado pelo frio e oh, aqueles olhos verdes que eram como um desafio, um convite irrecusável à pecar. Ela o viu. De todas as pessoas na rua, ela o viu e sua vida inteira mudou por causa daquele momento. Ele também a viu, mas não como ela o vira, era diferente, menos intenso, menos amor. Ah, garota… Pobre garota estúpida. Se ela soubesse como se apaixonaria, como se entregaria, como ele  a satisfaria e por fim, partiria, não teria escolhido justo aquela rua, naquele dia. Ele se aproximou, perguntando se ela tinha cigarros e, como era seu último, eles dividiram-no. Dividiram tanto dali para frente. O guarda-chuva, a cama, sonhos, decepções, o adeus. Então ela deixou de caminhar sozinha pela manhã, de sair cedo só para sentir o sereno no rosto e as gotículas pousarem nos cabelos desgrenhados. Evitou aquela rua, mas era tarde demais.

7 comentários

  1. Amei como em tão poucas linhas, ilustrou tão bem uma história que inevitavelmente, terminou do jeito que começou: só.
    "aqueles olhos verdes que eram como um desafio, um convite irrecusável à pecar" achei lindo, resumiu perfeitamente o todo.
    Sempre pensei que dividir um guarda-chuva fosse uma coisa romântica, e você acabou de confirmar isso. Amei.

    n-e-a-p-o-l-i-t-a-n.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Aaaah que texto lindo. Fiquei encantada com sua escrita ♥
    https://s-wanqueen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. PORQUE VOCÊ CONSEGUE ESCREVER MARAVILHOSAS HISTÓRIAS ASSIM???????? AF

    Confesso que passei belos dias das minhas férias lendo suas publicações, uma melhor que a outra e agora estou de volta para ler todas as novidades, vi que também voltou agora, então seja bem vinda!
    Continue escrevendo.
    http://suete-r.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tem coisa melhor do que ler esse texto ao som de Lana Del Rey? Que inspiração maravilhosa! É melancólico,e prudente a maneira que você escreve que me encanta em todos os quesitos.

    "Andava sem rumo, o cigarro aceso nos lábios e o moletom cinza com buracos nas mangas escondendo as mãos gélidas"

    Beijos ♡
    reckless

    ResponderExcluir
  5. Só consigo dizer uma coisa! UAUUUUUU
    Sou encantada com seus textos, muito inspiradores e perfeitamente perfeito!
    Minha nossa, incrível, sensacional demais!
    Beijoos
    http://onlypoison1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Aumenta a história, por favor, eu quero saber o que aconteceu entre o começo e o término, quero saber mais sobre esse casal D: promeeeeete que vai escrever mais sobre eleeeesss.

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
  7. Oe!
    Que texto é esse? Meu deus, eu só li coisa boa hoje, obrigada universo!
    Esse lance de se arrepender das histórias que viveu é tenso. Sou contra, mas entendo.
    Beijos
    Se Esse Mundo Fosse Meu

    ResponderExcluir